Oração de Oxóssi

Oxóssi é o Orixá da caça, o solitário, distante e alheio a si mesmo. Se ele disparar uma flecha, ele sempre acertará o alvo sem saber por quê.

A importância de Oxóssi é grande, já que os caçadores, que são liderados e protegidos por ele, encontram bons lugares para novos assentamentos. Ele também é a divindade da plenitude, abundância e riqueza. Seus lados negativos podem, no entanto, ser a falta de suprimentos, escassez e falta de cuidados. Ele é o caçador de almoço e jantar, de todas as refeições em geral.
A agricultura também está sob sua proteção, plantio e uma boa colheita. Suas características são facilidade, sabedoria, astúcia e também consideração.

Ele é um amante das artes e de todas as coisas belas. Sua cor é verde, seu símbolo arco e flecha, sua pedra a esmeralda. Ele mora na floresta, no deserto, nos campos de caça. Quinta é o dia dele.

Oração de Oxóssi para fechar o corpo

Meu pai Oxóssi!

Vós que recebestes de Oxalá o domínio das matas, de onde tiramos o oxigênio necessário á manutenção de nossas vidas durante a passagem terrena, inundai os nossos organismos coma vossas energia, para curar de nossos males!

Vós que sois o protetor dos caboclos, dai-lhes a vossa força, para que possam nos transmitir toda a pujança, a coragem necessária pra suportarmos as dificuldades a serem superadas!

Dai-nos paz de espírito, a sabedoria para que possamos compreender a perdoar aqueles que procuram nossos Centros, nosso guias, nossos protetores, apenas por simples curiosidade, sem trazerem dentro de si um mínimo da fé.

Dai-nos paciências para suportarmos aqueles que se julgam os únicos com problemas e desejam merecer das entidades todo o tempo e atenção possível, esquecendo-se de outros irmãos mais necessitados!

Dai-nos tranqüilidade para superarmos todas as ingratidões, todas as calúnias!

Dai-nos coragem para transmitir uma palavra de alento e conforto aqueles que sofrem de enfermidades para quais, na matéria, não há cura!

Dai-nos força para repelir aqueles que desejam vinganças e querem a todo custo magoar seus semelhantes!

Dai-nos, enfim, a fossa proteção e a certeza de que quando um caboclo, num gesto de humildade, baixar até nós, ali estará a vossa vibração!

Oração a Oxóssi para abrir caminhos

Oh caçador! Guerreiro de uma única flecha. Rei das Matas, Rei da Umbanda. Pai da Inspiração e da Esperança, daí-me as bênçãos da prosperidade e inspira-me os pensamentos do bem.

Ajuda-me no sustento da minha fé; a fim que possa cumprir com minhas obrigações e meus deveres neste mundo.

Indica-me com sua flecha sagrada os verdadeiros caminhos da prosperidade.

Okê Arô! Bambi ô clim Oxóssi

Oração Oxóssi para a prosperidade

Senhor das matas e da vida silvestre, neste momento, Pai, sou sua flecha. Sou a força do seu arco, sou tudo o que é, a agilidade, a sabedoria. Faça de mim, soberano caçador, uma pessoa de sucesso, e que haja fartura em minha casa. Dê a mim sabedoria para agir, paz para construir meus ideais, força para seguir sempre.

Oxóssi, rei das matas, da lua, do céu azul, que seja eu leve como o pássaro que voa, livre como o cavalo que corre, forte como o carvalho na mata, direto como a sua flecha.

E que eu vença e seja feliz sempre!!!

Okê Arô Oxóssi!

Veja também a:

Oração Oxóssi para a saúde

Meu Pai Oxóssi,

Vós que recebestes de Oxalá o domínio das matas, de onde tiramos o oxigênio necessário à manutenção de nossas vidas durante a passagem terrena, inundai os nossos organismos com a vossa energia para a cura dos males!

Vós que sois o protetor dos caboclos, dai-lhes a vossa força, para que possam nos transmitir toda a pujança, a coragem necessária para suportarmos as dificuldades a serem superadas! Dai-nos paz de espírito, a sabedoria para que possamos compreender a perdoar aqueles que procuram nossos centros, guias, protetores, apenas por simples curiosidade, sem trazerem de dentro de si um mínimo da fé.

Dai-nos paciência para suportar aqueles que se julgam os únicos com problemas e desejam merecer das entidades todo o tempo e atenção possível, esquecendo-se de outros irmãos mais necessitados! Dai-nos tranquilidade para superarmos todas as ingratidões e calúnias!

Dai-nos coragem para transmitir uma palavra de alento e conforto àqueles que sofrem de enfermidades para as quais, na matéria, não há cura! Dai-nos força para repelir aqueles que desejam vinganças e querem a todo custo magoar seus semelhantes!

Dai-nos, enfim, a vossa proteção e a certeza de que quando um caboclo, num gesto de humildade, baixar até nós, ali estará a vossa vibração!

Veja também a:

História de Oxóssi

A história de como Oxóssi se tornou divindade afirma que, Oxó ssi era originalmente um Odé. Quando ele era um Odé, ele matou uma serpente encantada, cozinhou-a e comeu; mesmo que a serpente encantada cantasse para Odé, ele o advertiu para não fazer isso porque ele era uma serpente encantada. Odé cortou a serpente em pedaços e cozinhou as peças em uma panela. Depois ele comeu e enquanto a cobra estava em seu estômago ainda estava fazendo comentários sobre como era uma serpente encantada.

Depois que Odé não ouviu os comentários das cobras, ele comeu a cobra. Isso fez com que sua barriga crescesse até explodir. Então o Odé saiu aiê, a terra da vida, Oxum, mãe do agô, derramou lágrimas de agô em Odé. As lágrimas fizeram com que Odé retornasse ao mundo dos vivos, exceto que ele seria encantado e conhecido como Oxóssi.

Oxóssi é geralmente retratado como um homem segurando um arco e flecha em uma mão e a tocha acesa de muitas cores na outra mão. Em seu mundo orixá ele geralmente está a cavalo, mas em fotos ele é retratado em pé. Ele está vestido com saia de cor azulada, e vestindo pulseiras de mão de cor dourada e armaduras. Na maioria das fotos ele é retratado sem top e geralmente usando muitos colares de contas no peito. Ele é geralmente visto em uma posição de cócoras ou apontando com o arco, porque ele está sempre pronto para caçar.

Alega-se que Oxóssi chegou ao Brasil depois das guerras iorubás. Acredita-se que Oxóssi, assim como os outros orixá do Candomblé, foram trazidos pelos escravos da terra iorubá, que foram vendidos no mercado de escravos por seu próprio rei / governante. Não está claro o que as guerras iorubás foram, sua origem e o significado delas; mas os únicos fatos conhecidos são que, através das guerras, muitos escravos foram capturados e importados para os mundos.

As guerras iorubás estão envolvidas nos conflitos internos do povo yorubá e dos governantes. Já que os governantes iorubanos estavam gerando lucro para si mesmos através do mercado de escravos vendendo seu próprio povo. Além disso, na religião cristã, Oxóssi pode ser identificado com o Santo George. Quando os escravos que praticam o candomblé foram obrigados a ser cristianizados, eles mantiveram seus santos e os adoraram sob diferentes nomes para agradar o povo cristão. Salves manteve suas tradições, ligando-os em significado da fé cristã.

Oxóssi tem sua própria dança para chamá-lo a se manifestar e descer sobre o povo. A dança é pré-formada como um tipo de dança do Candomblé. Ele tende a manifestar suas qualidades comportamentais. Para realizar este resultado favorável, é aconselhável fazer um ebo, oferecendo-lhe, contendo uma ou duas pombas, um caracol terrestre e um pedaço de corda. Isso irá agradar Oxóssi em fornecer resultados favoráveis ​​para a pessoa que está chamando-o para a manifestação.

O ritmo da dança de Oxóssi é aguçado, e os pés são colocados na contagem de 4/4, dar um passo para frente, para trás e para frente com a direita, o pé esquerdo deslizando para trás. Em seguida, desloque o peso e com o pé esquerdo, pise a frente, as costas e a direita desliza para trás. O pé direito está pisando e o corpo é direcionado em cruz, na diagonal esquerda e assim por diante até o interruptor. Quando a mudança no ritmo ocorre, o dançarino geralmente faz uma volta completa antes do interruptor em etapas.

As mãos do dançarino são geralmente apontadas para fora, em linha reta, e a mão direita para fora, com o dedo indicador apontando para fora e o polegar apontando para fora, criando uma forma em “L”. Enquanto a mão esquerda está por baixo, o dedo indicador toca o polegar direito e o polegar esquerdo está direito, criando também uma forma em “L”.

Este gesto simboliza o arco e flecha e possui para caçar. Oxóssi está sempre a cavalo, por isso tem que saltar para a dança; mas quando ele sai do cavalo, ele fica sempre no chão porque está sempre caçando. Ele geralmente está andando com Ogun, seu irmão. Na dança, Ogum geralmente é antes de Oxóssi, porque Ogum é o conhecedor de caminhos, enquanto Oxóssi é o conhecedor de encruzilhadas.

CookiesX

Usamos cookies de terceros para analizar o tráfego e medir os anuncios. No caso de acessar desde Europa, podemos mostrar anuncios sem personalizar. Mais informações.