Terço da Divina Misericórdia

O Terço da Misericórdia é uma das formas de rezar o terço comum do Santo Rosário.

Consiste em um conjunto de curtas invocações católicas dirigidas a Deus e Jesus Cristo.

As mesmas foram baseada nas visões que Santa Faustina recebeu de Jesus Cristo em 1935.

Como rezar o Terço da Misericórdia passo a passo

explicação sobre como rezar o terço da misericórdia

1- Inicie o Terço fazendo o sinal da Cruz:

2- Fato seguido, reze um Pai Nosso:

Pai Nosso, que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome,
venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa Vontade,
assim na terra como no Céu, o pão nosso de cada dia nos dai hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido,
e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.
Amém.

3- Em seguida, uma Ave Maria:

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco,
bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores,
agora e na hora de nossa morte.
Amém.

4- Logo reze o Creio:

Creio em Deus-Pai Todo Poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho,
Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado,
desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus,
está sentado à direita de Deus Pai Todo Poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos,
creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna.
Amém.

5- Em todas as contas grandes diga:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade do Vosso diletíssimo Filho,
Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

6- Nas contas pequenas (repita 10 vezes):

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

7- No fim do terço (reze 3 vezes):

Deus Santo, Deus Forte, Deus imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.
Amém.

Baixar Oração em PDF para imprimir
tenha fé para alcançar uma graça

Quando posso orar o terço?

É preferível rezar o terço às 15h que é a hora da misericórdia, mas não é obrigatório.

Assim como qualquer oração, o Terço da Misericórdia Divina pode ser recitado a qualquer hora do dia e sempre será bem aceito.

Também pode meditar o terço da libertação em conjunto a essa prece.

Dicas para rezar

O terço da divina misericórdia é muito semelhante ao rosário, e como tal é melhor rezar o mesmo com a ajuda das contas de um rosário.

Não é preciso utilizar um rosário, mas certo é que ajuda muito a levar as contas. No entanto, se você decidir comprar um, a melhor escolha é pegar um rosário de 5 décadas. Pois com esse modelo é mais simples levar as contas do terço da forma certa.

Agora bem, caso você não tenha um rosário, sempre pode utilizar suas mãos para levar a contagem das contas. Faça da seguinte maneira:

  • Com a mão direita, utilize cada dedo para contar as contas grandes do Pai Nosso. Sendo que para cada conta utilize um dedo. Assim até empregar os 5 dedos.
  • Com a mão esquerda, use cada dedo 2 vezes para levar as contas pequenas da Ave Maria. Lembre-se, são 10 no total.

A Misericórdia Divina cantada

História da Divina Misericórdia

uma das aparições de Cristo para Santa Faustina

Este Terço, foi apresentado ao mundo na década de 30 pela Irmã Maria Faustina também conhecida como Santa Faustina Kowalska.

Santa Faustina nascida na Polônia em 1905, era discípula da Divina Misericórdia e relata em seus diários as aparições de Jesus Cristo e seus ensinamentos de reza.

Cristo recitou um conjunto de Jaculatórias para serem usadas junto ao terço, hoje esses curtas orações são conhecido como Terço da Misericórdia.

Com a promessa de graças e misericórdia a aqueles que rezarem o ensinado por nosso senhor Jesus Cristo durante a vida ou mesmo diante da morte, e por sua simplicidade e facilidade, este terço rapidamente ficou conhecido em todo o mundo.

Depois da canonização da Santa Faustina, e de diversas peregrinações do Papa João Paulo II, o culto pela Divina Misericórdia cresceu tanto que terminaram construindo um centro de culto mundial à Misericórdia Divina.

Se quiser saber a histórias de outras preces relacionadas, da uma olhada no terço da divina providência.

Confira esses 4 motivos pelos que rezar essa oração

Cristo na Cruz

 

1. Foi Cristo quem nos pediu para rezar o mesmo

Ele apareceu-se perante a Santa Faustina, numa das suas visões, e lhe solicitou que difundisse a divina misericórdia, através de 3 formas:

  • Uma imagem com a legenda: “Jesus, eu confio em Vós”. Onde também desse: “Prometo que a alma que venerar esta imagem não perecerá” (Diário, 48)
  • Uma homenagem à divina misericórdia (veja aqui para saber mais), celebrando-se cada segundo Domingo de Páscoa. Aqui foi onde Jesus acrescentou: “Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. (…). Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas” (Diário, 699).
  • Uma prece que Ele mesmo ensinou para ela, conhecida como o “Terço da Divina Misericórdia”.

2. Podemos alcançar grandes graças

Lembremos a frase que Cristo disse: “Oh! que grandes graças concederei às almas que recitarem esse terço” (Diário, 848). “Todo aquele que o recitar alcançará grande misericórdia na hora da sua morte. Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como a última tábua de salvação. Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia” (Diário, 687).

Além disso, ele mesmo prometeu o seguinte: “Defendo toda alma que recitar esse terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória (…) Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma” (Diário, 811).

3. É recomendado pelo Papa Francisco

Durante a Quaresma, concretamente no segundo Domingo, o Papa Francisco mandou repartirem aos assistentes que estavam na Praça de São Pedro uma caixinha chamada o Misericordina.

Uma caixinha que tem nela, uma imagem de Cristo, a história do terço da misericórdia e um rosário para ajudar a rezar o mesmo.

Na carta apostólica que o Papa escreveu, chama a Santa Faustina de “grande apóstola da misericórdia” e solicita sua intervenção.

Também nos lembra que a melhor hora para rezar o terço da divina misericórdia é as 3 horas da tarde, pois é a hora da misericórdia, a hora na qual Cristo morreu por nós.

4. Não demora mais de 5 minutos

Orar o terço da misericórdia completo só vai lhe supor 5 minutos do seu tempo.

Pensa o seguinte…
… que são 5 minutos comparados com as graças que pode alcançar?

Baixar Oração em PDF

5 comentários em “Terço da Divina Misericórdia

  1. Padeço de uma grande necessidade. Pois como pai de família numerosa tenho que trabalhar às vezes mesmo sem saúde. Mesmo tendo um bom salário acumulei dívidas imensas que com as minhas forças não consigo pagá-las. Tenho clamado pela misericórdia de Deus. Até o momento não fui atendido. Peço à Deus que olhe pelos meus filhos e esposa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *