Skip to content

Oração de Santa Brígida

A oração de Santa Brígida foi revelada pelo próprio Nosso Senhor Jesus Cristo para a salvação das almas, ao todo podem encontrar 15 orações.

As orações foram aprovadas pelo Papa Pio IX, isso ocorreu no ano de 1862. Cristo fez uma revelação para Santa Brígida e disse a mesma que recebeu 5.480 golpes e todos os que rezassem sua oração seriam salvos da sede e fome eternas.

Orações de Santa Brígida

Os 15 Pai-Nossos pedidos por meio de Nosso Senhor Jesus Cristo e então revelados para Santa Brígida, têm atraído muitos devotos no mundo todo e já atravessa gerações.

Com a promessa garantida por Cristo de conseguir a perfeição e o perdão de Deus, muitos católicos fazem esta oração, e com isso conseguem a salvação sua e de seus ancestrais. Consulte a seguir, as orações de Santa Brígida e reze-as por um ano inteiro até a morte.

Para dar esperança aos pecadores

Nesta primeira oração, Santa Brígida pede a Deus e as Santas Chagas de Cristo, o perdão dos pecados e a remissão dos pecadores. Aqui, relembramos a traição de Judas, e as bofetadas que Cristo levou antes da Crucificação.

Ó Jesus Cristo, doçura eterna para aqueles que vos amam, alegria que ultrapassa toda a alegria e todo o desejo, esperança de salvação dos pecadores, que declarastes não terdes maior contentamento do que estar entre os homens, até ao ponto de assumir nossa natureza, na plenitude dos tempos, por amor deles, lembrai-vos dos sofrimentos, desde o primeiro instante de Vossa Conceição e sobretudo, durante a Vossa Santa Paixão, assim como havia sido decretado e estabelecido desde toda a eternidade na mente divina.

Lembrai-vos, Senhor, que, celebrando a Ceia com Vossos discípulos, depois de lhes haverdes lavado os pés, deste-lhes o Vosso Sagrado Corpo e Precioso Sangue, e consolando-os docemente, lhes predissestes vossa Paixão iminente.

Lembrai-vos da tristeza e da amargura que experimentastes em Vossa alma, como o testemunhastes, Vós mesmo, por estas palavras: “Minha alma está triste até a morte”.

Lembrai-vos, Senhor, dos temores, angústias e dores, que suportastes em vosso corpo delicado antes do suplício da cruz, quando, depois de ter rezado por três vezes, derramando um suor de sangue, fostes traído por Judas, vosso discípulo, preso pela nação que escolhestes, acusado por testemunhas falsas, injustamente julgado por três juízes, na flor da vossa juventude e no tempo solene da Páscoa.

Lembrai-vos que fostes despojado das vossas próprias vestes e revestido das vestes da irrisão; que vos velaram os olhos e a face, que vos deram bofetadas, que vos coroaram de espinhos, que vos puseram uma cana na mão e que, atado a uma coluna, fostes despedaçado por golpes e acabrunhado de afrontas e ultrajes.

Em memória dessas penas e dores que suportastes antes da vossa Paixão sobre a cruz, concedei-me, antes da morte, uma verdadeira contrição, a oportunidade de me confessar com pureza de intenção e sinceridade absoluta, uma adequada satisfação e a remissão de todos os meus pecados.

Assim Seja.

Para pedir libertação do inimigo

Na segunda oração, Santa Brígida pede ao Nosso Senhor Jesus Cristo que nos livre de nossos inimigos, espirituais ou não, e com isso, podemos permanecer no caminho de Deus até a morte.

Ó Jesus, verdadeira liberdade dos Anjos, paraíso de delícias, lembrai-vos do peso acabrunhador de tristeza que suportastes, quando vossos inimigos, quais leões furiosos vos cercaram, e por meio de mil injúrias, escarros, bofetadas, arranhões e outros inauditos suplícios, vos atormentaram à porfia.

Em consideração desses insultos e desses tormentos, eu vos suplico, ó meu Salvador, que vos digneis libertar-me dos meus inimigos visíveis e invisíveis e fazer-me chegar, com vosso auxílio, à perfeição da salvação eterna.

Assim Seja.

Veja também:

Para pedir o temor de Deus

Aqui nesta terceira oração, Santa Brígida medita sobre o momento em que Cristo é colocado na Cruz, e pede para que tenhamos temor a Deus.

Ó Jesus, Criador do Céu e da Terra, a quem coisa alguma pode conter ou limitar, Vós que tudo abarcais e tendes tudo sob vosso poder,
lembrai-vos da dor, repleta de amargura, que experimentastes quando os soldados, pregando na cruz vossas sagradas mãos e vossos Pés tão delicados,
transpassaram-os com grandes e rombudos cravos, e não vos encontrando no estado que teriam desejado para dar largas à sua cólera, dilataram vossas Chagas, exacerbando assim as vossas dores.

Depois por uma crueldade inaudita, vos estenderam sobre a cruz e vos viraram de todos os lados, deslocando, assim, os vossos membros.

Eu vos conjuro, pela lembrança desta dor que suportastes na cruz com tanta santidade e mansidão, que vos digneis conceder-me o vosso temor e o vosso amor.

Assim Seja.

Regras para rezar a oração de Santa Brígida

Em apenas um site, podem encontrar as 15 orações da Santa, e ao meditar cada uma delas devemos rezar um Pai-Nosso e uma Ave-Maria, essas orações devem ser rezadas por um ano inteiro sem interrupção.

Cristo prometeu salvação para todos os que rezassem e divulgassem esta oração. Podemos orar pedindo por proteção à família, contra a luxúria, pelos pecadores, etc.