Oração ao Divino Pai Eterno

Considerada uma das mais completas dentre as tradicionais do cristianismo, a oração do Divino Pai Eterno se concentra basicamente em três faces de Deus.

Um delas diz respeito ao divino, que pressupõe algo perfeito, maravilhoso, sobrenatural. A segunda se refere ao conceito de paternal, que zela pelos filhos e os ama, buscando sempre sua felicidade.

Por fim, a terceira diz respeito à linha do tempo de Deus, que não tem princípio nem final.

Oração Divino Pai Eterno para alcançar uma graça

Com base no que foi dito, essas orações se concentram em três esferas, rogando às três ao mesmo tempo. A prece em si é uma espécie de reconhecimento do poder do altíssimo e um pedido para que aceite as nossas súplicas enquanto cristãos assim para para alcançar uma graça.

Ela pode ser dividida em três partes, conforme você pode conferir a seguir, onde apresentamos ela por inteiro e dividida em subtópicos.

DIVINO PAI ETERNO,

Aqui estamos para prestar-vos a nossa homenagem.

Nós cremos em Vós, Pai Eterno, nosso Pai e nosso Criador.

Confiamos em Vossa bondade e poder.

Queremos amar-vos sempre, cumprindo vossos mandamentos e servindo

ao vosso Filho Jesus, na pessoa de nossos irmãos.

Nós Vos damos graças pelo Vosso amor e pela Vossa ternura.

Vós nos atraís ao Vosso Santuário e nos acolheis de braços abertos.

Vós nos guiais com os ensinamentos do Vosso Filho,

nosso Senhor, e nos dais sempre o Vosso perdão.

DIVINO PAI ETERNO, QUEREMOS CONSAGRAR A VÓS:

Nossas famílias, para que vivam em paz e harmonia,

Nossas casas, para que sejam iluminadas pela Vossa presença,

Nossas alegrias, para que sejam santificadas pelo Vosso amor,

Nossas preocupações, para que sejam acolhidas em Vossa bondade,

Nossas doenças, para que sejam remediadas com a Vossa misericórdia,

Nossos trabalhos, para que sejam fecundos com a Vossa bênção.

DIVINO PAI ETERNO

Recebei a homenagem da nossa fé, fortalecei a nossa esperança e renovai o nosso amor.

Dai-nos o dom da paz e da fidelidade à Vossa Igreja.

Pela intercessão de Nossa Senhora, mãe do Vosso querido Filho, dai-nos a perseverança na fé e a graça da salvação eterna.

Amém!

Início da Devoção ao Pai Eterno

A devoção à divindade com a alcunha de Pai Eterno teve início ainda no século XIX, mais precisamente em 1840.

Até onde se sabe, a origem veio quando Constantino Xavier Maria e a esposa Ana Rosa de Oliveira se depararam com um medalhão de barro quando preparavam o plantio da terra em Goiás.

Desenterrando o objeto eles se deram conta de que se tratava de uma escultura da Santíssima trindade em ato de coração à Nossa Senhora. Eles reconheceram aí então a presença do Divino Pai Eterno no centro do medalhão.

O casal resolveu levar o achado para casa, onde familiares e amigos passaram a se reunir em torno para realizar a reza do terço. De acordo com a história, aqueles que compareciam às reuniões eram agraciados por milagres, o que ajudou a popularizar a fama do medalhão.

CookiesX

Usamos cookies de terceiros para analisar o tráfego e medir os anúncios. No caso de acessar desde Europa, podemos mostrar anúncios sem personalizar. Mais informações.